José Loreto presta queixa na polícia contra vazamento de vídeo íntimo

José Loreto presta queixa na polícia contra vazamento de vídeo íntimo

 

Após ter um vídeo íntimo vazado na internet, o ator José Loreto prestou queixa na DRCI (Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática), no Rio de Janeiro, de acordo com informações da coluna Olá, do jornal Agora.

A situação virou agora caso de polícia. O registro de ocorrência é pelos crimes de injúria e difamação, que é o que acontece quando alguém divulga algo que pode, de certa forma, ofender ou causar vexame a uma pessoa.

O ator já tinha se manifestado, nas redes sociais, afirmando que considerava o vazamento do vídeo um ato criminoso.

“A divulgação de fotos, vídeos e outros materiais com teor sexual sem o consentimento do dono é crime. Infelizmente, nas últimas horas, fui pego de surpresa ao ver minha intimidade exposta em um vídeo feito aproximadamente há dez anos e gravado sem a minha permissão, obviamente sem a mesma para sua divulgação”, ele escreveu em seu Instagram.

“A divulgação de vídeos íntimos não autorizados além de crime, são tristes porque afetam as vítimas e também suas famílias e as consequências muitas vezes podem ser devastadoras. A partir daqui não irei mais me pronunciar, meus advogados assumem o caso. Peço a todos compreensão e sobre tudo respeito e privacidade”, concluiu.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.