Dietland: Criadora de UnReal emplaca nova série sobre feministas assassinas

Dietland: Criadora de UnReal emplaca nova série sobre feministas assassinas

 

O canal pago americano AMC encomendou a 1ª temporada de “Dietland”, nova série de Marti Noxon, criadora de “UnReal” e “Girlfriends’ Guide to Divorce”, que começou a carreira há 20 anos, escrevendo episódios de “Buffy – A Caça-Vampiros”.

A produção é baseada no romance homônimo de Sarai Walker, lançado em 2015, e gira em torno de uma mulher com obesidade mórbida chamada Plum Kettle, que se junta a dois grupos feministas radicais. Um deles usa táticas de guerrilha para atacar a indústria de cosméticos e o outro, ainda mais radical, mutila e mata homens que machucam mulheres. A 1ª temporada terá dez episódios e irá investigar se Plum está sofrendo lavagem cerebral para se tornar uma assassina.

A série será uma co-produção entre a Skydance Television e o AMC Studios, após Noxon assinar um contrato de três anos para desenvolver produções para a Skydance.

O projeto também é resultado de uma nova prática do AMC, que pretende mudar o paradigma da produção de séries. Em vez de pagar atores, diretores, equipe técnica e demais despesas de um piloto para avaliar se aprova uma nova atração, o canal decidiu concentrar seu investimento na encomenda de vários roteiros de cada projeto, de modo a ter uma noção mais clara de onde a série pode chegar.

“Dietland” passou por esse processo e foi aprovado sem precisar do piloto. Outros projetos do canal estão sendo desenvolvidas pelo mesmo método, cujo resultado poderá ser conferido em breve na TV.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna