Jennifer Lawrence, Michael Fassbender e James McAvoy são confirmados no novo filme dos X-Men

Jennifer Lawrence, Michael Fassbender e James McAvoy são confirmados no novo filme dos X-Men

 

A Fox garantiu a participação de todos os X-Men em seu próximo filme, “Fênix Negra”. Segundo o site Deadline, Jennifer Lawrence, Michael Fassbender, James McAvoy e Nicholas Hoult, que encerraram seus contratos com “X-Men: Apocalipse”, aceitaram a nova proposta do estúdio e vão retornar no próximo longa, reprisando os papéis de Mística, Magneto, Professor X e Fera.

Além deles, estão confirmados os novos integrantes da franquia, que estrearam no filme passado: Sophie Turner, Tye Sheridan, Alexandra Shipp e Kodi Smit-McPhee, respectivamente como Jean Grey, Cíclope, Tempestade e Noturno. Evan Peters também deve retornar como Mercúrio.

A principal novidade do elenco pode ser Jessica Chastain (“A Colina Escarlate”), que está negociando viver a Imperatriz Lilandra, apresentada como a principal vilã da trama.

Leitores dos quadrinhos da Marvel sabem que Lilandra Neramani não é exatamente uma vilã. Na verdade, ela se torna um dos grandes amores da vida de Charles Xavier. Mas sua presença assinala dois fatos importantes: a chegada dos alienígenas na franquia e um reboot completo de “X-Men: O Confronto Final” (2006), que abordou a trama da “Fênix Negra” pela primeira vez no cinema.

Nos quadrinhos, a imperatriz shi’ar chega na Terra ao final da “Saga da Fênix Negra”, com o objetivo de executar Jean Grey pela destruição de naves de seu planeta e o extermínio de mundos com seus poderes de Fênix. O final trágico é bastante conhecido, mas não definitivo, graças à mania da Marvel de ressuscitar personagens.

O Deadline também afirma que o roteirista Simon Kinberg foi definido como diretor do filme. A escolha acontece logo após o fracasso de “A Múmia”, dirigido por um roteirista inexperiente.

Kinberg fará sua estreia oficial na direção com “X-Men: Fênix Negra”. Entretanto, rumores já o apontavam como responsável pela direção não identificada das refilmagens extensas de “Quarteto Fantástico”, cujo resultado foi rejeitado pela crítica e pelo público.

Ele também assina a produção e a história do novo longa, assim como fez nos três últimos filmes dos “X-Men”. Vale lembrar que Kinberg entrou na franquia no péssimo “X-Men: O Confronto Final” (2006), que ironicamente quase acabou com ela. Com “X-Men: Fênix Negra” ele vai tentar refilmar a mesma história, desta vez de forma mais próxima dos quadrinhos.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna