Diretores de Han Solo foram demitidos após 70% das filmagens

Diretores de Han Solo foram demitidos após 70% das filmagens

 

O surpreendente afastamento dos diretores do filme sobre a juventude de Han Solo teria sido resultado da rejeição completa dos quase cinco meses de filmagens realizadas até o momento. Segundo apurou a revista Variety, Phil Lord e Chris Miller não deixaram a produção porque quiseram. Na verdade, eles foram demitidos por Katheleen Kennedy, presidente da LucasFilm.

A revista especula que mais de 70% do filme já tinha sido filmado desde o final de janeiro e que decisão extrema foi causada após sucessivas discussões sobre o material, inclusive com o veterano roteirista Lawrence Kasdan, responsável pelos clássicos “O Império Contra-Ataca” (1980), “O Retorno de Jedi” (1983) e o novo blockbuster “Star Wars: O Despertar da Força” (2015), que escreveu o spin-off com seu filho Jon Kasdan.

Lord e Miller teriam sido confrontados desde o começo por tentar tomar liberdades com a franquia e não souberam lidar com o controle rígido de Kennedy, com quem não tiveram “química nenhuma”, segundo afirmou uma fonte ouvida pela publicação.

Kathleen não teria gostado do estilo que eles imprimiram às cenas e muito menos da forma como eles comandaram o elenco e os técnicos durante as filmagens.

Como ela e Lawrence Kasdan são veteranos da franquia, rejeitaram o excesso de novidades que os dois quiseram imprimir. “Foi um set muito divisivo”, revelou a fonte ouvida.

A demissão de diretores no meio de uma filmagem é prática bastante incomum em Hollywood. Normalmente, há um acordo de bastidores, com a utilização de um cineasta não creditado para completar a produção, e os diretores originais só tiram seus nomes dos filmes se quiserem. Foi o que aconteceu, por exemplo, em “Quarteto Fantástico”, que manteve os créditos de Josh Trank. E, dizem, também em “Guerra Mundial Z”. E provavelmente até em “Rogue One: Uma História Star Wars”, embora ninguém da produção tenha tocado oficialmente no assunto.

Como a situação é rara, não se sabe se Phil Lord e Chris Miller receberão algum crédito como diretores de “Han Solo”. Na verdade, não se sabe sequer se a LucasFilm vai aproveitar as cenas que eles filmaram.

No comunicado oficial sobre o afastamento dos diretores, Kennedy disse: “Phil Lord e Christopher Miller são talentosos cineastas que reuniram um elenco e uma equipe incríveis, mas ficou claro que tivemos visões criativas diferentes neste filme e decidimos nos separar. Um novo diretor será anunciado em breve”.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.