Trailer de 5 minutos da nova série Young Sheldon é sensacional

Trailer de 5 minutos da nova série Young Sheldon é sensacional

 

A rede CBS divulgou as fotos e o primeiro trailer de “Young Sheldon”, série de comédia que tem tudo para se tornar a mais bem-sucedida da próxima temporada. Spin-off de “The Big Bang Theory” centrado na infância do personagem vivido por Jim Parsons, a série destaca um prodígio real, o jovem Iain Armitage, que interpreta o prodígio da ficção.

A prévia faz rir e também é emocionante, ao mostrar como o pequeno gênio interagia na infância com sua família e escola normais. A ligação com a série principal é garantida com uma introdução feita por cenas de “The Big Bang Theory” e narração deliciosa do próprio Jim Parsons, que dá sua versão para os eventos mostrados, ao mesmo tempo em que o artifício aproxima a produção do clima nostálgico de “Anos Incríveis” e “The Goldbergs”, com direito à evocação do final dos anos 1980.

Grande achado da produção, Iain Armitage tem apenas oito anos de idade, mas sua dedicação à dramaturgia é tanta que, além de atuar, ele mantém um canal no YouTube onde faz críticas de teatro. Sério. Ele também foi visto recentemente na minissérie “Big Little Lies”, interpretando o filho de Shailene Woodley (“A Culpa É das Estrelas”).

Mas o casting mais curioso é o da mãe de Sheldon, Mary Cooper. Ela será vivida por Zoe Perry (série “The Family”), que na vida real é filha de Laurie Metcalf, que interpreta a versão mais velha da personagem na série original.

A família Cooper ainda inclui Lance Barber (série “The Comeback”) como o pai e as crianças Raegan Revord (vista em dois episódios de “Modern Family”) e o estreante Montana Jordan como os irmãos de Sheldon.

“Young Sheldon” foi desenvolvida pelos mesmos criadores de “The Big Bang Theory”, Chuck Lorre e Bill Prady, e o piloto dirigido pelo cineasta Jon Favreau (de “Homem de Ferro” e “Mogli, o Menino Lobo”)

A série estreia em 25 de setembro nos Estados Unidos.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna