Johnny Depp teria filmado bêbado o novo Piratas do Caribe

Johnny Depp teria filmado bêbado o novo Piratas do Caribe

 

Uma reportagem da revista americana The Hollywood Reporter sobre as dívidas de Johnny Depp lançou luz sobre os bastidores de “Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar”, revelando que ter os cães barrados na Austrália foi o menor dos problemas causados pelo ator durante as filmagens.

Fontes ouvidas pela publicação afirmaram que o ator filmou a produção completamente bêbado. Como o personagem Jack Sparrow se porta de forma bêbada, poderia se argumentar que foi um caso e imersão no personagem – o famoso “Método” de interpretação. Mas o motivo teria sido bem diferente.

Em 2015, quando começaram as filmagens, o ator já viva uma crise no casamento com Amber Heard, de quem se separaria no ano seguinte. Não está claro se ele bebia por causa disso, ou se era sua bebedeira que causava as brigas. Mas a atriz, em seu pedido de divórcio, mencionou que seu estado enebriado o tornava violento.

Segundo apurou o THR, Depp chegava constantemente atrasado e bêbado no set, deixando a equipe inteira apreensiva. “Todos eram espectadores inocentes diante de um acidente de trem”, descreveu à revista, de maneira metafórica.

O clima entre o ator e Amber, que viajou para a Austrália para acompanhá-lo, estaria péssimo, de acordo com as fontes, e as discussões faziam o ator chegar horas atrasado às filmagens. A situação chegou ao ponto de o orçamento ser usado para deslocar funcionários da equipe do filme para ficarem de plantão diante da moradia de Depp, para avisar aos outros quando ele aparecesse bem e desse indícios de que iria trabalhar.

“Certamente, houve dias em que nossos planos foram desafiados”, assumiu o chefe de produção do filme, Sean Bailey, ao mesmo tempo em que tentou jogar panos quentes sobre o assunto, ressaltando o talento de Depp para dar vida ao amalucado Jack Sparrow, um pirata que anda e fala como se estivesse bêbado.

Os bastidores da produção não geraram maior falatório graças ao esforço da Disney para conter a situação, tendo em vista que o filme tem um orçamento milionário e ainda não estreou. Mas, já no primeiro trailer, o estúdio tratou de anunciar que se tratava do capítulo final da franquia. Muitos acharam precipitado, pois o filme poderia se provar um blockbuster. A situação muda de figura diante dos problemas levantados pelo THR durante sua longa produção.

Nem os tabloides imaginavam, tanto que pouco especularam, na época, sobre as causas de um acidente em que Depp machucou um dedo nas filmagens e precisou voar às pressas para operá-lo nos Estados Unidos. Oficialmente, fala-se que ele prendeu o dedo na porta do carro, mas não se diz em que estado ele estava quando isso aconteceu. Uma versão diferente só foi circular na época de seu divórcio, apontando que ele teria se ferido durante uma discussão mais acalorada com Amber Heard.

Durante a separação, a atriz chegou a acusar Depp por violência doméstica, aparecendo com o rosto bastante machucado. Mas ela não deu prosseguimento na ação após conseguir um acordo de divórcio estimado em US$ 7 milhões.

“Piratas do Caribe: A Vingança de Salazar” estreia em duas semanas, no dia 25 de março no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna