Selena Gomez culpa vício em Instagram e medo de crescer por depressão que a fez sumir

Selena Gomez culpa vício em Instagram e medo de crescer por depressão que a fez sumir

 

A cantora e atriz Selena Gomez revelou que a crise de depressão que a fez cancelar sua turnê mundial no ano passado e internar-se numa clínica para fazer terapia foi resultado de seu vício no Instagram e o medo de crescer.

Com 24 anos e mais de 113 milhões de seguidores no Instagram, a jovem artista contou, em entrevista à revista Vogue, que ficou transtornada com sua obsessão por redes sociais.

“Assim que me tornei a pessoa mais seguida no Instagram, eu meio que pirei. Aquilo passou a me consumir muito. Acordava com aquilo e ia dormir com aquilo. Eu era viciada”, contou, em reportagem de capa da edição de abril da publicação. “Eu estava colocando coisas na minha cabeça, me importando por coisas que não deveria e sempre me sentia uma merda quando olhava no Instagram”.

Ela afirmou que isso destruiu sua auto-estima, fazendo com que tivesse ataques de pânico. Por isso, precisou parar tudo e passar por um programa de tratamento de três meses. Ela também não tem mais o aplicativo do Instagram em seu celular.

“Olha, eu amo o que faço e estou ciente de como tenho sorte, mas… como dizer isso sem soar esquisito? Eu só queria que as pessoas se esquecessem de mim”, disse, explicando a vontade de largar tudo, se isolar e sumir.

“Minha autoestima estava destruída. Estava deprimida, ansiosa. Comecei a ter ataques de pânico logo antes de subir no palco, ou logo depois de sair do palco. Basicamente, eu sentia que não era boa o suficiente, não era capaz. Sentia que não estava dando nada aos meus fãs, e que eles percebiam — o que, acho, era uma distorção completa”, disse.

“Eu estava acostumada a cantar para crianças. Nos meus shows, eu fazia com que toda a multidão levantasse seus mindinhos e prometerem nunca permitir que ninguém fizesse com que eles sentissem que não eram bons o suficiente. De repente, eu comecei a ver pessoas com 20, 30 anos nos meus shows, fumando e bebendo, e percebi que não poderia dizer “Vamos, todo mundo, vamos levantar o mindinho” e prometer que eles eram lindos. Não funciona assim”, continuou.

Selena confessou que começou a sofrer por achar difícil se espelhar em outras estrelas jovens, como Miley Cyrus e Lindsay Lohan, para se livrar da imagem infantil criada pelo programa “Os Feiticeiros de Waverly Place”, de seus tempos do Disney Channel.

“Para os caras existe uma maneira de se rebelar que pode funcionar para eles. Mas para as mulheres, isso pode sair pela culatra. É difícil não ser um clichê, a estrela infantil que deu errado”, desabafou.

Nesse meio tempo, ela acabou estreando como produtora de série, envolvendo-se com “13 Reasons Why”, atraída pela história que lida com a depressão na adolescência.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.