Roteirista de O Vingador do Futuro processa Disney por ter roubado Zootopia

Roteirista de O Vingador do Futuro processa Disney por ter roubado Zootopia

 

A animação vencedora do Oscar 2017 teria sido resultado de roubo intelectual. Pelo menos é o que afirma o roteirista Gary Goldman, que está processando a Disney por ter copiado sem permissão seus trabalhos para criar o sucesso “Zootopia”.

Goldman não é um roteirista iniciante em busca de holofotes. Ele tem longa carreira em Hollywood e seus créditos incluem “Os Aventureiros do Bairro Proibido” (1987), que vai ganhar um remake com Dwayne Johnson, e “O Vingador do Futuro” (1990), que já ganhou um remake recente.

No processo, Goldman alega que a Disney replicou “praticamente na íntegra” os temas, configurações, enredo, personagens e diálogos, assim como o título, de seu conceito “Zootopia”, que ele sugeriu ao estúdio em duas ocasiões distintas: em 2000 e 2009. Em anexo, inclui desenhos desenvolvidos para o projeto (veja abaixo) e o roteiro original que escreveu.

Ele alega que as semelhanças são gritantes e ataca a Disney por “uma cultura que não só aceita cópias sem autorização de materiais originais de outros, como encoraja isto”. “Eles fizeram isto com ‘Zootopia’ também, quando copiaram ‘Zootopia’ de Gary L. Goldman.”

Em comunicado, a Disney rebateu: “O processo do Sr. Goldman é marcado por acusações claramente falsas. Isto é uma tentativa sem escrúpulos de reivindicar um filme de sucesso que ele não criou e que iremos vigorosamente defender em tribunal”.

“Zootopia” arrecadou mais de US$ 1 bilhão mundialmente e se tornou num dos maiores sucessos recentes da Disney.

O roteiro do filme é creditado a sete pessoas diferentes, inclusive a seus três diretores: Byron Howard, Rich Moore e
Jared Bush. O nome de Goldman não aparece listado entre os criadores da trama.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.