Novo trailer trash de CHiPs revela mais piadas de pênis e bundas

Novo trailer trash de CHiPs revela mais piadas de pênis e bundas

 

A Warner divulgou um novo pôster e o segundo trailer da versão de cinema da série policial “CHiPs”, escrita, dirigida e estrelada por Dax Shepard (série “Parenthood”). Liberada para maiores, a prévia é repleta de palavrões e tão trash quanto a a primeira, com mais piadas de pênis, agora equilibradas por piadas de bundas, como se o autor fosse uma adolescente descobrindo para que serve a anatomia.

Nem parece pelo trailer, que zoa a atração televisiva, mas “CHiPs” levava a sério sua premissa, acompanhando casos semanais da California Highway Patrol, a Polícia Rodoviária da Califórnia. Na produção original, que durou 6 temporadas entre 1977 e 1983, os personagens eram interpretados por Larry Wilcox e Erik Estrada. E os dois odiaram o primeiro trailer do filme.

Entre as principais diferenças em relação à série, Frank ‘Ponch’ Poncherello, vivido por Michael Peña (“Homem-Formiga”), não é nem sequer um policial rodoviário, mas um agente do FBI disfarçado, que é colocado para patrulhar com Jon Baker, interpretado por Shepard.

Além de Shepard e Peña, o elenco da adaptação inclui a australiana Jessica McNamee (série “Sirens”), Adam Brody (série “StartUp”), Ryan Hansen (série “Veronica Mars”), Vincent D’Onofrio (série “Demolidor”), Justin Chatwin (série “Shameless”), Jane Kaczmarek (série “Malcolm in the Middle”), Maya Rudolph (série “Up All Night”), Rosa Salazar (“Maze Runner: Prova de Fogo”), Adam Rodriguez (“Magic Mike”), Ben Falcone (“A Chefa”) e Kristen Bell (série “The Good Place”), que é casada com Shepard.

Antes de “CHiPs”, Dax Shepard teve apenas um trabalho como diretor: a comédia indie de ação “Relação Explosiva”, também repleta de perseguições rodoviárias – e cotação perfeitamente medíocre de 50% no Rotten Tomatoes.

A estreia está marcada para 23 de março no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.