Nova animação de Carlos Saldanha, O Touro Ferdinando ganha primeiro trailer legendado

Nova animação de Carlos Saldanha, O Touro Ferdinando ganha primeiro trailer legendado

 

A Fox divulgou o pôster e o primeiro trailer legendado de “O Touro Ferdinando”, nova animação do brasileiro Carlos Saldanha, responsável pelas franquias “Rio” e “A Era do Gelo”. Como as anteriores, a nova produção também é um desenho de bichos falantes. Ao som do hit “Castle on the Hill”, de Ed Sheeran, a prévia revela a premissa, mostrando como o touro do título é o oposto de sua aparência imponente. Simpático e de bom coração, ele lamenta que sua simples presença desperte medo. E a cena do ataque cardíaco do coelhinho é tão divertida que chega a ser exibida duas vezes no vídeo.

Curiosamente, esta história já foi filmada pela Disney, num curta clássico que venceu o Oscar de sua categoria em 1939. O personagem foi criado três anos antes pelo escritor americano Munro Leaf, num livro infantil ilustrado por Robert Lawson. Trata-se de um touro sensível, que gosta de ficar no campo cheirando flores e não leva jeito para touradas. Graças ao sucesso da versão da Disney, reembalada e reprisada várias vezes na TV, ele é considerado um símbolo do pacifismo.

Saldanha divide a animação do primeiro longa de Ferdinando com Cathy Malkasian e Jeff McGrath (ambos de “Os Thornberrys – O Filme”), e a voz original do touro, em inglês, é do campeão de lutas livres John Cena (“Pai em Dose Dupla”). O elenco de dubladores ainda inclui Gina Rodriguez (série “Jane the Virgin”), David Tennant (séries “Doctor Who”, “Jessica Jones”), Kate McKinnon (“Caça-Fantasmas”), Anthony Anderson (série “Black-ish”), Boris Kodjoe (série “The Last Man on Earth”), Sally Phillips (“O Bebê de Bridget Jones”), Gabriel Iglesias (série “Cristela”), Miguel Ángel Silvestre (série “Sense8”) e Bobby Cannavale (série “Vinyl”).

A estreia está marcada para 15 de dezembro nos EUA, mas ainda não foi definida no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna