Lázaro Ramos planeja estrear como diretor de cinema em adaptação da peça Namíbia, Não!

Lázaro Ramos planeja estrear como diretor de cinema em adaptação da peça Namíbia, Não!

 

O ator Lázaro Ramos planeja estrear como diretor de cinema ainda neste ano. Em entrevista ao jornal O Globo, ele revelou que pretende transformar a tragicomédia “Namíbia, Não!”, que já dirigiu no teatro, em filme.

“Sou conhecido como ator, mas venho exercendo outras funções há tempos. Tem gente que não sabe que eu dirigi o [programa de entrevistas] “Espelho” por dez anos, tem gente que não sabe que estou indo para o meu quinto livro. Essa complexidade profissional tem sido uma luta interna e externa de aceitação”, ele disse.

A história de “Namíbia, Não!” foi escrita pelo também ator baiano Aldri Anunciação e já foi encenada para mais de 100 mil espectadores em 234 apresentações em 10 estados brasileiros, desde 2011.

A trama se passa no futuro próximo – em 2016, no texto original – , após o governo brasileiro baixar uma Medida Provisória obrigando que toda a população de “melanina acentuada” sejam capturada e enviada imediatamente à África. Mas, para não incorrer no crime de “Invasão a Domicílio”, as pessoas só podem ser capturadas na rua. Assim, os protagonistas André e Antônio passam o dia trancados no apartamento, debatendo as questões sociais e econômicas da vida atual, seus anseios pessoais e as consequências de um iminente retorno à África-mãe.

Em 2012 o texto foi publicado em livro e venceu o Prêmio Jabuti de Literatura na categoria Ficção para Jovens. Assim, Aldri Anunciação se tornou o primeiro negro a receber o prêmio por uma obra de ficção.

Ainda não há previsão para o começo das filmagens.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.