IMDb adota classificação especial para filmes de temáticas femininas ou criados por mulheres

IMDb adota classificação especial para filmes de temáticas femininas ou criados por mulheres

 

Maior e mais acessado catálogo online de filmes, o site Internet Movie Database (IMDb) passou a contar com uma nova categoria de classificação no seu fichário: “F-rated”.

A indicação “F-rated” é usada para identificar filmes dirigidos ou escritos por mulheres, além de produções que passarem no Teste de Bechdel – isto é, se uma obra de ficção possui pelo menos duas mulheres que conversam entre si sobre algo que não sejam homens.

“A classificação ‘F-rated’ é uma ótima maneira de salientar as mulheres nas telas e atrás das câmeras”, disse Col Needham, CEO do IMDb, ao jornal The Independent.

Criada por Holly Tarquini, diretora do Bath Film Festival, em 2014, a classificação foi adotada por mais de 40 cinemas e festivais só no Reino Unido.

“A intenção do ‘F-rated’ é fazer as pessoas discutirem a representatividade das mulheres dentro e fora das telas”, disse Tarquini. “É emocionante quando novas organizações decidem juntar-se a nós e jogar luz no trabalho brilhante que as mulheres vêm fazendo no cinema e em como a indústria ainda está atrasada no que tange oferecer oportunidades iguais às mulheres.”

“Nosso objetivo real é tornar a classificação redundante quando 50% das histórias nas telas forem contadas por mulheres ou sobre a metade injustamente sub-representada da população: as mulheres”, completou.

Até o momento, 21,8 mil filmes ganharam o selo feminino no IMDb, entre eles “Crepúsculo”, “Como Eu Era Antes de Você” e a animação “Frozen – Uma Aventura Congelante” – que ganhou selo triplo por atender aos três pré-requisitos. A lista ainda inclui filmes como “Metropolis”, “Kung Fu Panda 2”, “A Garota no Trem” e “Os Homens Preferem as Louras”.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.