Gafe histórica no trailer do filme do Plano Real vira zoeira nas redes sociais

Gafe histórica no trailer do filme do Plano Real vira zoeira nas redes sociais

 

O trailer do filme “Real: O Plano por Trás da História” chegou solene na internet nesta segunda (21/3), mas não demorou a virar zoeira. Tudo por conta de uma gafe da produção. Apesar da preocupação em escalar um elenco fisicamente parecido com os economistas e políticos brasileiros dos anos 1990, os produtores cometeram um erro histórico, ao mostrar Emilio Orciollo Netto (“Paraísos Artificiais”) como Gustavo Franco, chegando em Brasília pela ponte JK. A ponte só foi inaugurada em 2002.

Um internauta não perdoou o equívoco e classificou a obra como sci-fi. “O trailer do plano real era um falso promo. O enredo são economistas do plano real viajam no tempo pra salvar a economia brasileira em 2017”, ele escreveu (desse jeito) no Twitter.

Outros trechos do vídeo também foram apontados pelos espectadores como estranhos. “O trailer do filme sobre o plano real tá cheio de referencias a cultura pop, se liga nessa daqui do filme ‘Cães de Aluguel'”, comentou outro.

O longa é inspirado no livro “3.000 Dias no Bunker – Um Plano na Cabeça e um País na Mão”, do jornalista Guilherme Fiuza (autor do romance que virou o filme “Meu Nome Não É Johnny”). A trama conta como uma equipe econômica reunida por FHC se fechou em um “bunker” para debater e apresentar uma proposta de reforma do Estado e criação de uma nova moeda, logo após o Impeachment do Presidente Collor, nos anos 1990.

Com direção de Rodrigo Bittencourt (“Totalmente Inocentes”), “Real: O Plano por Trás da História” tem estreia prevista para o dia 18 de maio.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.