Angelina Jolie e Brad Pitt fizeram tatuagens de união eterna pouco antes do divórcio

Angelina Jolie e Brad Pitt fizeram tatuagens de união eterna pouco antes do divórcio

 

O ex-casal Angelina Jolie e Brad Pitt fizeram uma tatuagem juntos, poucos meses antes da separação. Eles imprimiram desenhos em suas peles em fevereiro de 2016 na Tailândia, usando a mesma tinta, para simbolizar que permaneceriam unidos como marido e mulher para sempre.

As fotos divulgadas por uma agência nesta segunda-feira (13/3) e mostram a atriz com uma toalha branca cobrindo seu corpo, enquanto é tatuada nas costas por Ajarn Noo Kanpai. Já o ator aparece posando com o tatuador. Segundo a agência, Brad também fez uma tatuagem, mas optou por fazer o desenho no lado esquerdo do abdômen.

Os desenhos foram feitos quando Angelina teve uma folga das filmagens de seu novo filme como diretora, “First They Killed My Father”, que foi rodado no Camboja.

Na ocasião, ela fez três tatuagens que tinham uma “conexão mágica” e o ator fez um símbolo budista. A tatuagem de Angelina foi feita com uma ferramenta rudimentar montada com barras de aço e uma agulha cirúrgica. O método antigo é mais doloroso, porém, é considerado mais preciso que a pistola de tatuagem usada nos estúdios contemporâneos. Ironicamente, a mesma tinta foi usada para as tatuagens dos dois como forma de “simbolicamente uní-los como marido e mulher”.

Angelina fez sua primeira tatuagem com Ajarn em 2003 e, depois, retornou em 2004 para fazer outra. Cara Delevingne e Michelle Rodriguez também já foram tatuadas por ele.

O tatuador se define como o “o mestre das tatuagens espirituais tailandesas” e usa o codinome de Sak Yant, inspirado em um templo próximo a Bangkok. Suas tatuagens custam milhares de dólares e dizem que protege quem quer que as tenha.

O casamento dos dois atores acabou sete meses depois da tinta “magica” do tatuador secar.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.