Warner anuncia oficialmente Matt Reeves como diretor do filme do Batman

Warner anuncia oficialmente Matt Reeves como diretor do filme do Batman

 

Depois de idas e vindas, agora é oficial: Matt Reeves vai mesmo dirigir o filme solo de Batman.

O diretor da franquia “Planeta dos Macacos” foi cotado para assumir a vaga há duas semanas. Mas a animação dos fãs pela escolha não demorou a ser substituída pelo temor, graças ao boato de que as negociações tinham empacado. Segundo o site The Hollywood Reporter, Reeves fez algumas exigências que não foram bem vistas. Ele não queria interferência do estúdio durante a produção, além de exigir um contrato amplo, com previsão para sequências.

Alguém, aparentemente, cedeu, pois sua contratação foi anunciada pelo próprio presidente da Warner, Toby Emmerich. Detalhe: além de dirigir, ele terá crédito como produtor do longa.

“Estamos empolgamos em ter Matt Reeves para comandar Batman, a joia da coroa da DC”, disse Emmerich, em comunicado. “As raízes de Matt em filmes de gênero e sua evolução em trabalhar emoções faz dele o cineasta perfeito para guiar o Cavaleiro das Trevas através dessa nova jornada”.

As raízes a que o executivo se refere incluem “Cloverfield – Monstro” (2008), o melhor filme de “found footage” (vídeos encontrados) já feito, que marcou a estreia de Reeves no cinema. Ele também dirigiu o remake do terror “Deixe-me Entrar” (2010), que conseguiu críticas elogiosas na comparação com o excelente original sueco. E seu “Planeta dos Macacos: O Confronto” (2014) surpreendeu por elevar ainda mais a qualidade da franquia. Atualmente, ele está dando os retoques finais em “Planeta dos Macacos: A Guerra”, que estreia em julho.

No comunicado do estúdio à imprensa, Reeves afirmou ser fã do super-herói que vai dirigir: “Eu amo as histórias do Batman desde que eu era criança. Ele é um personagem tão icônico e atraente, e ressoa em mim profundamente. Estou incrivelmente honrado e animado por trabalhar com a Warner Bros para trazer uma épica e emocionante nova visão do cruzado encapuzado para a grande tela”.

Ele assume oficialmente o cargo menos de um mês após Ben Affleck desistir de dirigir o filme, alegando preferir se concentrar na atuação. O astro teria decidido não estrelar mais filmes que dirigir, após o fracasso clamoroso de “A Lei da Noite” nos EUA – superprodução de valores não revelados que rendeu apenas US$ 10 milhões nas bilheterias.

Não está claro se Reeves vai trabalhar com o roteiro existente da produção, escrito pelo próprio Ben Affleck, Geoff Johns (executivo da DC Entertainment, que também ajudou a criar a série “The Flash”) e revisado por Chris Terrio (“Batman v Superman”). A data de estreia, anteriormente estabelecida em 2018, é considerada indefinida.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.