Desfile de Sabrino Sato vira drama e comédia no Carnaval paulista

Desfile de Sabrino Sato vira drama e comédia no Carnaval paulista

 

Sabrina Sato estrelou sua própria superprodução no Carnaval paulista. Tanto falou de sua fantasia de seis mil penas, com direito a making of de sua preparação no Instagram, que acabou chegando 15 minutos após o começo do desfile da Escola de Samba Gaviões da Fiel, e com a fantasia incompleta. Ela sambou sem as tais seis mil penas, já que calculou mal o tempo com maquiador, stylist, poses para fotos de sites/revistas e translado de carro para o desfile, o que prejudicou a montagem do costado.

A apresentadora de TV só tem um besteirol no currículo, “O Concurso” (2013). Mas a trapalhada carnavalesca foi mais dramática que cômica. Por sorte, o desfile está repercutindo como seu drama cinematográfico, intitulado “A Grande Vitória” (2014). Ao menos, os internautas aprovaram.

“Linda mesmo, talvez seja a hora de mostrar que pode ser rainha sem os acessórios que são tão pesados. Está brilhando da mesma forma”, escreveu um fã no Twitter.

“Sabrina Sato não precisa de pena na fantasia, ela enrolada no pano de chão com algumas purpurinas por cima já seria um escândalo”, afirmou outro. “Rainha, mostrando que um corpo é um corpo”, elogiou mais um.

O stylist Yan Acioli, responsável por vestir Sabrina, também comentou: “Com costeiro ou sem costeiro! É o voo mais alto… Não tem jeito!”

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.