Academia pede desculpas oficiais pela gafe do Oscar 2017

Academia pede desculpas oficiais pela gafe do Oscar 2017

 

Após a gafe histórica do Oscar 2017, que levou “La La Land” a ser anunciado por engano como Melhor Filme em vez de “Moonlight”, a Academia de Artes e Ciências Cinematográficas pediu oficialmente desculpas na noite de segunda-feira (27/2), anunciando que tomará medidas para manter a integridade da premiação.

“Lamentamos profundamente os erros que foram cometidos durante a apresentação da categoria Melhor Filme”, disse a Academia por meio de comunicado divulgado no site Medium e linkado no Twitter.

“Pedimos desculpas a todo o elenco e a toda equipe de ‘La La Land’ e ‘Moonlight’, cujas experiências foram profundamente alteradas por esse erro […] Para todos os envolvidos – incluindo os apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway, os cineastas e nossos fãs no mundo todo – pedimos perdão”, prossegue o texto.

A consultoria PricewaterhouseCoopers (PwC), encarregada de receber, contabilizar e zelar pelos resultados do Oscar, já havia se desculpado horas depois da cerimônia pelo erro e também emitiu um novo comunicado na segunda explicando o que aconteceu.

Em vez do envelope com o filme vencedor, o funcionário da empresa presente na cerimônia entregou a Warren Beatty um cópia do envelope que continha o nome de Emma Stone, premiada como Melhor Atriz por “La La Land”.

Já nos bastidores, Emma Stone disse que não entendia como algo assim podia acontecer, pois ela tinha ficado com o envelope, dado pelo colega Leonardo DiCaprio depois de anunciar seu Oscar. Mas a PwC mantém dois envelopes idênticos para conferência de cada prêmio, e a cópia do seu envelope foi fornecida aos apresentadores da categoria final, em vez do conteúdo correto.

A Academia observou que nos últimos 83 anos encomendou à Pwc a gestão dos resultados e lembrou que a consultoria assumiu a “responsabilidade total pelas quebras dos protocolos”.

“Passamos a última noite e o dia de hoje investigando as circunstâncias [do erro] e determinaremos quais ações serão apropriadas no futuro. Estamos comprometidos com a defesa da integridade do Oscar e da Academia”, conclui o comunicado.

Leia abaixo o comunicado na íntegra:

“Lamentamos profundamente os erros cometidos durante a apresentação da categoria de Melhor Filme durante a cerimônia do Oscar de ontem à noite. Pedimos desculpas a todo o elenco e equipe de ‘La La Land’ e ‘Moonlight’ cuja experiência foi profundamente alterada por esse erro. Saudamos a tremenda graça que exibiram sob as circunstâncias. Para todos os envolvidos – incluindo os nossos apresentadores Warren Beatty e Faye Dunaway, os cineastas, e os nossos fãs assistindo no mundo inteiro – pedimos desculpas.

Nos últimos 83 anos, a Academia confiou à PwC o tratamento do processo crítico de tabulação, incluindo a entrega precisa dos resultados. A PwC assumiu total responsabilidade pelas quebras dos protocolos estabelecidos que ocorreram durante a cerimônia. Passamos a noite passada e hoje investigamos as circunstâncias e determinaremos quais ações são apropriadas para o futuro. Estamos firmemente empenhados em defender a integridade do Oscar e da Academia de Artes e Ciências Cinematográficas.”

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.