James Frain viverá o pai de Spock na nova série Star Trek: Discovery, que já não tem mais previsão de estreia

James Frain viverá o pai de Spock na nova série Star Trek: Discovery, que já não tem mais previsão de estreia

 

O ator James Frain, visto recentemente nas séries “Gotham” e “Orphan Black”, entrou no elenco da nova série “Star Trek: Discovery”. Ele viverá Sarek, o pai do Sr. Spock.

O personagem foi vivido em séries e filmes, de 1966 a 1992, por Mark Lenard, e retornou no reboot da franquia em 2009 com interpretação de Ben Cross. O anúncio não traz maiores detalhes sobre como se dará sua nova participação. Entretanto, anteriormente havia a intenção de situar a trama alguns anos antes dos atuais filmes de “Star Trek”. Caso isto se confirme, será a primeira vez que Sarek aparecerá “jovem”.

Frain vai se juntar a Sonequa Martin-Green (série “The Walking Dead”), Michelle Yeoh (estrela de “O Tigre e o Dragão”), Anthony Rapp (“Uma Mente Brilhante”) e Doug Jones (conhecido por viver monstros em produções de Guillermo del Toro, como “Hellboy”, “O Labirinto do Fauno” e “Mama”), que viverá o membro de uma espécie alienígena inédita no universo trekker, além do trio Chris Obi (minissérie “Raízes”), Shazad Latif (o Jekyll de “Penny Dreadful”) e Mary Chieffo (“Miss Dial”), intérpretes de klingons.

Junto com o anúncio de sua escalação, os produtores também revelaram que a estreia da série irá atrasar. Esperada para maio, após já ter sofrido um primeiro adiamento, “Star Trek: Discovery” não tem mais previsão de lançamento.

É bom lembrar que Bryan Fuller (criador de “Hannibal”), que desenvolveu o projeto, foi afastado em outubro porque a rede CBS creditava os atrasos da produção ao fato dele dividir sua atenção com outras séries simultaneamente – “American Gods” e “Amazing Stories”, ambas também sem previsão de estreia.

Mas os novos showrunners, os produtores Gretchen Berg e Aaron Harberts (que trabalharam com Fuller em “Pushing Daisies”), também não conseguiram apurar a produção.

Eles ainda contam com a ajuda de Akiva Goldsman e Alex Kurtzman, como consultores criativos. Os dois trabalharam juntos na série “Fringe”, mas também tem agendas lotadas. Kurtzman, por sinal, foi responsável pelos roteiros dos dois primeiros filmes do reboot de “Star Trek”.

Projeto considerado de alta prioridade, “Star Trek: Discovery” deveria lançar uma nova plataforma de streaming nos EUA, a CBS All Access, e já fechou acordo comercial com a Netflix para o resto do mundo.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna