Brad Pitt acusa Angelina Jolie de comprometer a privacidade dos filhos

Brad Pitt acusa Angelina Jolie de comprometer a privacidade dos filhos

 

O ator Brad Pitt acusou a ex-mulher Angelina Jolie de comprometer a privacidade dos filhos e pediu a um juiz que impeça a divulgação de detalhes sobre os jovens, que estão surgindo com o divórcio do casal.

Segundo documentos legais publicados na quinta-feira (22/12), os advogados de Pitt afirmam que Jolie mostra pouco interesse pelo bem-estar dos três filhos e três filhas, e que os representantes da atriz tentam manchar a imagem do pai para as crianças.

A equipe legal do ator argumenta que Jolie já violou o acordo que firmou para proteger a privacidade das crianças, que tem entre 8 e 15 anos, ao divulgar os nomes dos psicólogos da família. Os advogados também acusam a atriz de “tentar abrir caminho para fazer qualquer acusação possível”, sem levar em conta seu impacto sobre os filhos.

Na moção, os advogados de Pitt acusam Angelina Jolie de expor a privacidade dos filhos ao exigir que o processo de divórcio seja aberto para consulta pública. Anteriormente no processo, Pitt já havia feito pedido para selar todos os documentos de divórcio.

Pitt chegou a ser investigado por assistentes sociais após ser acusado pela equipe de Angelina de maltratar o filho mais velho em um voo da França para Los Angeles. Ele foi inocentado da acusação. Mas Maddox (15), Pax (13), Zahara (11), Shiloh (10) e os gêmeos Knox e Vivienne (8) agora só veem o pai durante sessões supervisionadas de terapia.

Jolie pediu o divórcio em setembro, citando diferenças irreconciliáveis com o ex-marido e preocupação com o bem-estar dos filhos. Ela solicitou a custódia total das crianças. Em resposta, o ator entrou com uma ação pedindo a custódia física e legal compartilhada dos filhos.

Comente

Pedro Prado é cinéfilo, fã de séries e quadrinhos, fotógrafo amador e bom amigo da vizinhança.