Mulher Maravilha é a mais nova Embaixadora da ONU

Mulher Maravilha é a mais nova Embaixadora da ONU

 

A Organização das Nações Unidas (ONU) decidiu eleger uma personagem fictícia para o cargo de Embaixadora honorária. A Mulher Maravilha vai se juntar a Emma Watson como porta-voz da campanha de defesa dos direitos das mulheres e do empoderamento feminino.

Não se trata de uma intérprete da heroína, mas a própria personagem dos quadrinhos. Que, curiosamente, em sua identidade secreta de Diana Prince já trabalhou na ONU – como intérprete, guia e, posteriormente, num departamento de crises humanitárias.

A cerimônia em que ela assumirá seu cargo vai acontecer no dia 21 de outubro na ONU, em Nova York, e terá a presença de Diane Nelson, presidente da DC Entertainment, e das duas intérpretes de carne e osso da personagem: Lynda Carter, que estrelou a famosa série dos anos 1970 – e vive a presidente dos Estados Unidos em “Supergirl” atualmente – e Gal Gadot, que roubou a cena em “Batman vs Superman” e aparecerá em dois filmes como Mulher Maravilha em 2017: além do filme solo da heroína, que chega aos cinemas em junho, ela estará em “Liga da Justiça”, previsto para novembro.

Por sinal, será a primeira vez que Carter e Gadot aparecerão juntas num mesmo evento.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna