Fofoca: Brad Pitt agora é acusado de violência contra seus filhos

Fofoca: Brad Pitt agora é acusado de violência contra seus filhos

 

As publicações especializadas em fofoca estão em polvorosa com a separação de Brad Pitt e Angelina Jolie. Depois que a fofoca da traição do ator com Marion Cotillard começou a fazer água, a desconstrução do caráter de Brad Pitt ganhou novas camadas de lama por iniciativa do TMZ.

O site, que desde a primeira notícia do divórcio vem dando a entender que Brad seria drogado, bêbado e agressivo, agora afirma que ele está sendo investigado por “abusos verbais e físicos” contra seus filhos. A revista People apurou que haveria mesmo uma denúncia e que a investigação está sendo conduzida pelo Departamento de Crianças e Serviços Familiares de Los Angeles. “Brad foi entrevistado e está cooperando totalmente. O caso ainda está aberto”, disse uma fonte à publicação.

Mas o TMZ aumenta, em busca de um escândalo, e afirma que a polícia de Los Angeles também está trabalhando no caso. Isto já foi desmentido. “Não há nenhuma investigação contra o Sr. Pitt”, disse um representante da LAPD à revista The Hollywood Reporter, que fez o que qualquer veículo sério faria: foi confirmar. “Entendemos que esses rumores estão aumentando, mas nunca recebemos alegações contra o Sr. Pitt nem iniciamos qualquer investigação. Esperamos que essa declaração acabe de vez com a boataria”.

O Hollywood Reporter também foi checar com o Departamento de Crianças e Serviços Familiares de Los Angeles. A assessoria do órgão informou que não poderia confirmar nem negar a existência de qualquer investigação em curso, mas deu certeza que nenhum integrante do departamento falou com a mídia, dando a entender que se há citações publicadas, são mentirosas.

Os relatos do TMZ e da People, porém, permanecem no ar e cheios de declarações de fontes anônimas, com detalhes sobre como o ator, bêbado, ficou agressivo com as crianças num voo em jato particular na quarta-feira passada (14/9). Ele teria começado a gritar e ficado “fisicamente” violento, mesmo após o pouso da aeronave, quando ainda teria tentado fugir em um caminhão de combustíveis. Ele não voltou para casa depois do incidente.

O episódio motivou uma denúncia anônima para o serviço social, e o casal teria se separado no dia seguinte.

De acordo com o TMZ, os atores já prestaram depoimento e os filhos do casal serão ouvidos em breve. “Ele está levando a situação a sério e diz que não cometeu nenhum abuso. É uma pena que as pessoas continuem a apresentá-lo da pior forma possível”, afirmou uma fonte da publicação.

Brad Pitt recebeu os papéis do pedido de divórcio na segunda (19/9), mas a data do documento é de 15 de novembro, um dia após o suposto incidente. Na ocasião, o advogado de Angelina disse que a decisão “foi tomada pelo bem-estar da família” e avisou que Angelina Jolie não faria comentários.

Até o momento, o ator tem evitado se pronunciar de forma contundente, como fez Cotillard, mas, segundo fontes do jornal inglês Daily Mail, não estaria gostando nada das justificativas para o divórcio que têm aparecido na mídia. Como Angelina Jolie montou um quartel general para lidar com a separação, há desconfiança de que as fofocas estejam partindo da equipe de sua esposa, visando retratar o ator como um mau caráter.

Algumas reportagens sobre a separação já chamaram atenção para detalhes do contrato de casamento do casal. Entre outras peculiaridades, ele teria uma cláusula específica que diz que se Brad fosse infiel à Angelina, ela ficaria com a guarda das crianças. Há quem especule que este teria sido o motivo do surgimento do nome de Marion Cotillard na história.

Outra forma de evitar que Brad brigue pela guarda das crianças é retratá-lo como drogado, bêbado e violento, como o TMZ tem ajudado a espalhar.

Ou seja, esse melodrama de Hollywood pode deve ter ainda mais reviravoltas.

 

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.

Mais Pipoca