Bruxa de Blair: Sequência do terror clássico ganha novas fotos e comerciais bem tensos

 

A Lionsgate e a Entertainment One divulgaram novas fotos e quatro comerciais da continuação de “A Bruxa de Blair” (1999) para os mercados americano e britânico. Cheios de gritos, correrias e câmeras tremidas, as prévias simulam uma situação de tensão extrema, e apresentam o filme como “a sequência mais assustadora de todos os tempos”.

Intitulada simplesmente “Bruxa de Blair”, sem o artigo feminino, a sequência foi filmada em sigilo e teve seu trailer exibido de surpresa na recente San Diego Comic-Con. O primeiro filme, feito com uma estética “amadora” por Daniel Myrick e Eduardo Sánchez, causou frisson por ser apresentado como registro realista dos últimos dias de três jovens perdidos em uma floresta onde, segundo uma lenda, habitava uma diabólica bruxa. O sucesso da produção marcou época, e embora não tenha sido o primeiro longa de vídeos encontrados – a honra cabe a “Canibal Holocausto” (1980) – , inspirou uma febre de filmes com câmeras amadoras e imagens desfocadas.

A continuação acompanha uma nova equipe de documentaristas, liderada pela personagem de Callie Hernandez (“Los Feliz, 90027”), que pretende recriar os passos dos jovens que sumiram em 1999. Para isso, é importante a participação do personagem de James Allen McCune (série “Shameless”), cuja irmã (a personagem de Heather Donahue no primeiro filme) é uma das desaparecidas. Eles rumam para a floresta em busca de pistas, acompanhados de Valorie Curry (série “The Following”) e Wes Robinson (“Até a Morte”).

Como a tecnologia evoluiu muito em 15 anos, as mostram mostram que, por mais que os integrantes do elenco corram com câmeras nas mãos, as imagens não perdem o foco ou a iluminação. Por conta disso, os sustos incluem efeitos visuais e sugerem grande profissionalismo para transmitir o pavor, mas sem perder de vista a estética do falso documentário, abandonada na primeira sequência oficial, “Bruxa de Blair 2 – O Livro das Sombras”, de 2000.

Com direção de Adam Wingard (“Você É o Próximo”), um dos melhores cineastas da nova geração do terror, o longa estreia em 15 de setembro no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna