31: Trailers do novo terror de Rob Zombie são um banho de sangue

 

A Saban Films divulgou dois pôsteres e três versões do novo trailer de “31” com durações diferentes. As prévias dão uma pequena mostra do banho de sangue da produção, um terror com palhaços assassinos dirigido por Rob Zombie (“Halloween – O Início”), que recebeu a classificação etária mais elevada disponível nos EUA, “NC-17”, que veta o acesso para menores de 17 anos.

Ainda segundo Zombie, o filme recebeu a classificação “NC-17” não apenas uma vez, mas duas! Ele ainda está trabalhando numa terceira edição do longa para tentar abrandar a censura, visando obter classificação “R”, que permite o acesso a menores de 17 anos, desde que acompanhados de pais ou responsáveis. É que as grandes redes de cinema não exibem filmes classificados como NC-17.

“Por que um ‘R’, você pergunta?”, escreveu o cineasta, em seu Facebook. “Porque o seu cinema local não vai exibir um ‘NC-17’. Apesar de você ser uma p**** de um adulto, as coisas ainda precisam ser censuradas para o seu divertimento”.

O parecer da MPAA revela que “31” possui “violência gráfica e sadismo, sexualidade bizarra, imagens perturbadoras e linguagem forte” – ou seja, trata-se mesmo de um filme do diretor de “Rejeitados Pelo Diabo” (2005) e “Halloween: O Início” (2007).

O terror conta a história de cinco amigos que são raptados na véspera do Halloween e forçados a participar de um violento jogo chamado “31”, no qual precisarão sobreviver 12 horas num confronto com assassinos fantasiados como palhaços. No elenco, estão Sheri Moon Zombie (“Rejeitados pelo Diabo”), Richard Brake (“A Espiã Que Sabia de Menos”), Laurence Hilton-Jacobs (“Otis – O Ninfomaníaco”), Meg Foster (série “Pretty Little Liars”) e Malcolm McDowell (“Halloween: O Início”).

O filme foi exibido pela primeira vez na programação do Festival de Sundance, e será lançado primeiro via VOD, em 23 de setembro, chegando aos cinemas americanos apenas um mês depois, em distribuição bastante limitada. Não há previsão para seu lançamento no Brasil.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna