Let the Right One In: TNT encomenda piloto de série baseada no terror sueco Deixe Ela Entrar

Let the Right One In: TNT encomenda piloto de série baseada no terror sueco Deixe Ela Entrar

 

O canal pago americano TNT encomendou o piloto de “Let the Right One In”, uma série de vampiros baseada no livro do autor sueco John Ajvide Lindqvist que já rendeu dois filmes.

A história acompanha um pré-adolescente que, atormentado por seus colegas de classe, encontra conforto na amizade com a garotinha estranha que acaba de se mudar para seu prédio. O detalhe é que a menina é uma vampira muito velha, embora aparente ter a mesma idade que ele, e sua chegada coincide com uma série de assassinatos sangrentos, que começaram a abalar a população local.

A trama está sendo adaptada por Jeff Davis, responsável pela série dos lobisomens adolescentes “Teen Wolf”. O problema é que “Let The Right One In”, apesar de centrado numa vampira mirim, é uma trama bastante adulta, e a participação de Davis deixa os fãs dos filmes ressabiados.

O filme original foi roteirizado pelo próprio Lindqvist. Cultuadíssimo, “Deixa Ela Entrar” (2008) também catapultou a carreira do diretor sueco Tomas Alfredson, que desde então passou a filmar em inglês (“O Espião que Sabia Demais” e o vindouro “The Snowman”). O sucesso foi tanto que a produção ganhou um remake hollywoodiano, “Deixe-me Entrar” (2010), estrelado por Chloe Moretz e assinado por Matt Reeves. Ao contrário do esperado, a versão americana também teve ótima recepção e impulsionou a carreira do cineasta, levando-o a dirigir “Planeta dos Macacos: O Confronto” (2014).

Segundo Sarah Aubrey, responsável pela programação original da TNT, a série “vai combinar elementos de terror, thriller de vingança e romance adolescente em um conto inesquecível e um tanto quanto perturbador”.

“Let The Right One In” se junta a outros projetos de terror em desenvolvimento na TNT, como um remake da série “Contos da Cripta” e dois outros projetos produzidos pelo cineasta M. Night Shyamalan, “Time of Death” e “Creatures”.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna