The Boys: Seth Rogen emplaca nova série baseada em quadrinhos do autor de Preacher

 

O ator Seth Rogen e seu parceiro Evan Goldberg são mesmo fãs dos quadrinhos de Garth Ennis. Após emplacar a série “Preacher”, que estreia em 22 de maio no canal pago americano AMC, eles já preparam a adaptação de outra criação do autor britânico para a televisão. Trata-se de “The Boys”, em desenvolvimento para o canal pago Cinemax.

Segundo o site Deadline, Rogen e Goldberg se juntaram a Eric Kripke, criador de “Supernatural”, para produzir a série, que será escrita por Kripke e dirigida pela dupla.

É curioso como os dois, mais conhecidos por comédias de humor grosseiro, como “É o Fim” (2013) e “A Entrevista” (2014), que ambos dirigiram, resolveram se especializar em adaptações de quadrinhos para a televisão. Mas a boa relação criada com Ennis para o lançamento de “Preacher” também explica a decisão de transformar “The Boys” em sua segunda série.

“The Boys” é uma sátira violenta e de humor negro aos super-heróis. Os quadrinhos originais têm como protagonista Billy Carniceiro, que vigia os super-heróis para a CIA, atento para que não saiam do controle do governo e não se tornem uma ameaça pública, devido a seus grandes poderes. Para realizar sua missão, Billy junta uns amigos da pesada e acaba descobrindo que os super-heróis não são tão certinhos e agradáveis como as pessoas imaginam.

A história durou 72 exemplares, publicados entre 2008 e 2012, pelas editoras Wildstorm (braço da DC Comics) e Dynamite. E nos últimos oito anos também esteve cotada para virar filme, primeiro pela Sony, depois pela Paramount. Curiosamente, “Preacher” teve a mesma carreira, atraindo diversos interessados em colocá-lo no cinema, mas os projetos nunca saíram do papel, até Rogen e Goldberg resolverem produzir sua série.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna