Joseph Gordon-Levitt abandona adaptação dos quadrinhos de Sandman

 

A adaptação dos quadrinhos de “Sandman” para os cinemas contratou um novo roteirista, mas perdeu seu protagonista. E uma coisa tem a ver com a outra. Poucas horas após o site da revista Variety confirmar a participação do roteirista Eric Heisserer, especializado em remakes de filme de terror, como “A Hora do Pesadelo” (2010) e “A Coisa” (2011), o ator Joseph Gordon-Levitt (“A Travessia”) abandonou o projeto.

Além de atuar, Gordon-Levitt também estava desenvolvendo a produção, em parceria com David S. Goyer (“O Homem de Aço”), e havia contratado o roteirista Jack Thorne (criador da série britânica “The Last Panthers”) para escrever a adaptação.

Em seu perfil oficial no Facebook, o ator escreveu que não concorda com os rumos que a New Line, subsidiária da Warner Bros., quer dar ao filme. A produtora ficou com todos os direitos dos quadrinhos da Vertigo após uma reestruturação dentro da própria Warner. E, logo nos primeiros encontros com os novos executivos do projeto, ficou claro para Levitt “que não concordávamos em nada” a respeito de como abordar “Sandman”.

A publicação de “Sandman” consolidou o gênero dos quadrinhos adultos na virada dos anos 1980 para os 1990, impulsionando o lançamento do selo Vertigo, divisão adulta da DC Comics. A trama acompanha Morpheus, o senhor dos sonhos, que após anos aprisionado ressurge para retomar seu lugar entre os Perpétuos, “deuses antes dos deuses” que mantém a coesão do universo, ao lado de seus irmãos Destino, Morte, Destruição, Desejo, Desespero e a caçula Delírio. A revista em quadrinhos foi publicada entre 1989 e 1996.

Com a saída de Levitt, a New Line precisará recomeçar a busca por um novo ator e diretor. Também não se sabe se Neil Gaiman, criador do personagem, continuará ligado à produção. Enquanto Levitt esteve envolvido, ele apoiava o projeto. Em seu Twitter, o escritor disse somente que respeita muito o ator e que ele é uma pessoa “especial”.

A propósito, a premissa da série “Lucifer”, que atualmente faz sucesso na TV americana, é derivada de uma história de “Sandman”, escrita por Gaiman.

O próximo filme roteirizado por Eric Heisserer a chegar aos cinemas é “Invocação do Mal 2”, que estreia no Brasil em 9 de junho. Ele também está envolvido na nova adaptação da história de Van Helsing, com a ficção científica “Story of Your Life”, dirigida por Denis Villeneuve (“Sicario”) e com o terror “Lights Out”, adaptação do curta-metragem de mesmo nome.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna