Irmãos Wachowski viram oficialmente as irmãs Wachowski

 

Após Larry virar Lana, o segundo irmão Wachowski também se revelou transgênero. Andy Wachowski assumiu publicamente sua nova identidade como Lilly. A redefinição sexual da cineasta veio à tona numa declaração publicada no jornal LGBT Windy City Times.

No texto, ela diz que resolveu vir a público porque estava em risco de ser descoberta pela mídia, acusando a pressão do jornal Daily News em publicar uma reportagem sobre sua história. Antes que isso acontecesse, Lilly resolveu assumir: “Sim, sou transgênera; e sim, já passei pela transição”.

Ela também contou que já havia pensado diversas vezes em divulgar que era transgênero. “Eu só precisava de um tempo para colocar minha cabeça no lugar, para me sentir confortável”, escreveu.

A declaração vem quatro anos após Lana assumir a mesma situação, o que aconteceu, após diversos rumores, durante a produção do filme “A Viagem” (2012), quando passou a ser identificada pelo novo nome. Lilly, por sinal, reconhece que sua transição foi facilitada pelo pioneirismo da irmã, primeira cineasta assumidamente transgênero de Hollywood.

“Eu me assumi para meus amigos e família. A maior parte das pessoas no trabalho também. Todos estão tranquilos com isso. Sim, graças à minha irmã fabulosa eles já passaram por isso antes, mas também porque eles são pessoas fantásticas. Sem o amor e o apoio da minha esposa e amigos e família eu não estaria aqui hoje”, explicou.

Famosos pelo sucesso da sci-fi “Matrix” (1999), quando assinavam como “Irmãos Wachowski”, Lana e Lilly são agora oficialmente as irmãs Wachowski, condição que, inclusive, abordam na trama de sua primeira série, “Sense8”, que se encontra renovada para a 2ª temporada no Netflix.

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.