batman-v-superman

Batman vs. Superman supera novos recordes de bilheteria no Brasil

Os recordes globais de “Batman vs. Superman: A Origem da Justiça” tiveram início no Brasil, um dos primeiros países em que o filme estreou. Na quinta (24/3), um dia antes do lançamento nos EUA, o filme arrecadou R$ 12,9 milhões e marcou a maior abertura da história da Warner Bros. no país. Pois agora chegam os números do fim de semana inteiro. E novo recorde.

“Batman vs. Superman: A Origem da Justiça” faturou R$ 39,9 milhões entre quinta (24) e domingo (27/3), segundo apurou a empresa de monitoramento comScore, que faz o aferimento diretamente nos cinemas. O valor ainda é maior quando entram na conta as pré-estreias da quarta à noite. Aí, segundo o Rentrak, a soma chega a R$ 44 milhões.

Trata-se da maior bilheteria registrada no país desde que as estreias de cinema passaram a acontecer na quinta-feira. O filme de super-heróis da Warner superou o recordista anterior, “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2” (R$ 37,4 milhões), e também deixou para trás “Vingadores: Era de Ultron” (R$ 37,2 milhões), “Velozes & Furiosos 7” (R$ 37 milhões) e “Star Wars – O Despertar da Força” (R$ 33 milhões).

Dentre os citados, apenas “A Saga Crepúsculo: Amanhecer – Parte 2”, teve estreia anterior a março de 2014, época da mudança do calendário cinematográfico, mas também chegou às telas numa quinta, dia 15 de novembro, numa estratégia da distribuidora Paris Filmes para aproveitar o público no feriado da Proclamação da República de 2012.

O resultado não chega a ser surpresa, tendo em vista que sua distribuição foi a mais ampla da história da Warner no Brasil. O filme monopolizou 45% de todo o parque exibidor nacional, chegando a mais de 1,3 mil salas de cinema.

No resto do mundo, o filme também vem registrando bilheterias significativas. Além do Brasil, a estreia foi recorde da Warner na China, Índia, Japão, Reino Unido e Estados Unidos, entre outros países.

Ao todo, o filme fez US$ 420 milhões de arrecadação mundial, o que representa a maior bilheteria de estreia de um filme de super-herói de todos os tempos. Nem “Os Vingadores” conseguiram isso. De fato, “Batman vs. Superman” só teve abertura global inferior a três outros filmes, “Star Wars: O Despertar da Força” (US$ 529 milhões), “Jurassic World – O Mundo dos Dinossauros” (US$ 524,9 milhões) e o último “Harry Potter” (US$ 483,2 milhões).

O sucesso de público aconteceu de forma inversamente proporcional à avaliação da crítica, que desancou “Batman vs Superman” com resenhas demolidoras – e até renderam um vídeo hilário com Ben Affleck – , marcando apenas 29% de aprovação no levantamento do site Rotten Tomatoes. Aproveite e leia a crítica da Pipoca Moderna.

Mais Pipoca

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna