Deadpool tira Os Dez Mandamentos do topo das bilheterias brasileiras

Deadpool tira Os Dez Mandamentos do topo das bilheterias brasileiras

 

O herói desbocado “Deadpool” provou-se um fenômeno internacional. Além de liderar a arrecadação do fim de semana nos EUA, também estreou em 1º lugar em vários países, inclusive no Brasil. Exibido aqui com censura 16 anos, a produção repleta de violência, palavrões e sexo tirou o religioso “Os Dez Mandamentos” do topo das bilheterias nacionais, faturando R$ 25,1 milhões, uma ampla vantagem sobre os R$ 8 milhões da novela, que caiu para o 2º lugar em sua terceira semana em cartaz.

Mesmo assim, o faturamento do fim de semana fez “Os Dez Mandamentos” atingir R$ 58,9 milhões, o que o coloca como a maior bilheteria do ano no Brasil, com mais de R$ 10 milhões de vantagem para o segundo colocado, a animação americana “O Bom Dinossauro”.

A semana também teve outro lançamento amplo do cinema nacional, “Um Suburbano Sortudo”, comédia da Globo Filmes, que abriu apenas em 4º lugar com R$ 4,2 milhões – um desempenho bem diferente da comédia anterior do diretor Roberto Santucci, “Até Que a Sorte nos Separe 3”, quinta maior bilheteria do ano.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna