Atrizes de Once Upon a Time vão se reencontrar em série de terror

Atrizes de Once Upon a Time vão se reencontrar em série de terror

 

Duas atrizes que participaram da fase “Frozen” de “Once Upon a Time”, Elizabeth Mitchell (mais lembrada por “Lost”) e Elizabeth Lail, vão estrelar a nova série dos roteiristas-produtores Adam Horowitz e Edward Kitsis, não por acaso criadores de “Once Upon a Time”.

Trata-se de uma produção de terror, “Dead of Summer”, passada em um acampamento de férias de verão no final dos anos 1980. A sinopse serviria para um filme da franquia “Sexta-Feira 13” ou similares, como “Acampamento Sinistro” (1983) e “Chamas da Morte” (1981). A trama se desenvolve em Camp Clearwater, um acampamento de férias de verão do meio-oeste americano, onde jovens dos anos 1980 vão experimentar seus primeiros amores, seus primeiros beijos – e também suas primeiras mortes, graças a um antigo e sombrio mito da região.

Elizabeth Mitchell, a Rainha do Gelo de “Once Upon a Time”, vai viver Deb, a nova proprietária de Camp Clearwater. Ex-frequentadora do lugar, ela quer trazer de volta a magia do acampamento de verão que ela amava, mas parece valorizar o seu controle sobre o campo por um motivo muito mais obscuro. Já Elizabeth Lail, a princesa Anna de “Once Upon a Time”, será Amy, um conselheira inteligente recém-chegada no camping, que se esforça para se enturmar com a equipe, e se torna a primeira a descobrir as pistas de que algo perturbador está acontecendo em Camp Clearwater.

O elenco também vai inclui Zelda Williams (série “Teen Wolf”), Mark Indelicato (série “Ugly Betty”), Alberto Frezza (“Resgate Impossível”), Eli Goree (série “The 100”), Ronen Rubenstein (série “Orange Is the New Black”) e Paulina Singer (“Gotham”)

A 1ª temporada foi aprovada sem precisar passar por fase de piloto, apenas pela força de seu roteiro. Mesmo assim, ainda não há previsão de lançamento.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna