Adaptação americana do mangá Death Note será para adultos

Adaptação americana do mangá Death Note será para adultos

 

O sucesso nas bilheterias de “Deadpool” tem inspirado os produtores de Hollywood a perder o medo da classificação “R” (para maiores de 17 anos nos EUA). E já há outra adaptação de quadrinhos considerando seguir esse caminho.

Em entrevista ao site Collider, o produtor Roy Lee afirmou que a adaptação americana do mangá “Death Note” está sendo planejada para uma censura elevada. “Definitivamente será um filme para adultos, não existe uma maneira de fazermos ele sem ter a classificação R. Será uma das primeiras adaptações realistas de mangá, e traremos todos aqueles elementos fantásticos”, ele afirmou.

“Death Note” foi criado por Tsugumi Ohba e Takeshi Obata e conta a história do estudante Light Yagami, que encontra um caderno assombrado, capaz de matar qualquer um que tenha o seu nome escrito nele. Logo, o garoto começa a usar o caderno para matar criminosos, chamando a atenção da polícia. O mangá foi lançado em 12 volumes e já foi adaptado em duas séries (uma anime e outra com atores), além de três filmes live action no Japão.

A Warner Bros. tenta desenvolver a adaptação americana há cerca de seis anos. A produção já tem roteiro, escrito por Jeremy Slater (do controverso “Quarteto Fantástico”), e será dirigida por Adam Wingard (“Você É o Próximo”), trazendo Nat Wolff (“A Culpa É das Estrelas”) no papel principal.

Ainda não há data de estreia prevista para a versão ocidental, mas, segundo Roy Lee, as filmagens começarão ainda em 2016.

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.