Jennifer Lawrence vai viver amante de Fidel Castro no cinema

 

A atriz Jennifer Lawrence (“Jogos Vorazes”) definiu com qual papel irá tentar disputar uma indicação ao Oscar 2018. De acordo com o site The Hollywood Reporter, ela vai interpretar uma amante de Fidel Castro, Marita Lorenz, no filme “Marita”, escrito por Eric Warren Singer, roteirista de uma de suas indicações anteriores ao Oscar, “Trapaça” (2013).

O longa irá contar como Marita conheceu Fidel em 1959 e começou a ter um caso com ele. Depois de engravidar e abortar aos 19 anos, ela foi embora de Cuba e se juntou à luta anti-comunista nos Estados Unidos, sendo recrutada pela CIA para assassinar Castro. Mas ao voltar à Cuba em 1960, ela acabou cedendo ao amor e não conseguiu concluir a missão.

A história da personagem é um misto de fatos e lendas. Ainda viva e morando nos EUA, ela escreveu duas autobiografias, em que alega também ter tido um caso com um ditador venezuelano, participado do assassinato do presidente John F. Kennedy e espionado diplomatas para o FBI nos anos 1970.

A Sony adquiriu os direitos do projeto numa disputa com vários estúdios e agora procura definir o diretor, prevendo filmagens em Cuba e um lançamento para o final de 2017, de olho no Oscar. O estúdio recentemente produziu um filme estrelado por Lawrence, a sci-fi “Passengers”, que estreia em dezembro nos EUA.

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.