Deadpool é proibido na China

Deadpool é proibido na China

O filme “Deadpool” foi proibido na China. Segundo o site The Hollywood Reporter, a produção da 20th Century Fox foi reprovada pelo órgão de censura chinês por ter “excesso de violência, nudez e linguagem imprópria”. O estúdio ainda não se pronunciou sobre o assunto, mas pode efetuar novos cortes e submeter o longa para uma nova avaliação.

A decisão pode atingir em cheio a expectativa de bilheterias para o filme, já que a China representa o segundo maior mercado cinematográfico. Nos Estados Unidos, o filme ganhou a classificação de “R-Rated”, ou seja, menores de 17 anos precisam entrar acompanhados dos pais ou de algum adulto responsável.

No Brasil, “Deadpool” ganhou censura 18 anos.

Embora os fãs do personagem estivessem torcendo por um filme mais violento que o esperado entre as produções de super-heróis, compromisso assumido pelo ator Ryan Reynolds ao ser escalado no papel principal, começa a surgir um movimento entre os leitores mais jovens de quadrinhos a favor de cortes para buscar uma classificação mais branda. Uma petição criada pela Youtubber Grace Randolph pede que o filme, inclusive, fique acessível para adolescentes de 13 anos.

O roteiro foi escrito por Rhett Reese e Paul Wernick (ambos de “G.I. Joe: Retaliação” e “Zumbilândia”) e a direção está a cargo de Tim Miller, técnico de efeitos especiais que faz a sua estreia na direção, após convencer a 20th Century Fox com um vídeo teste. A estreia acontece em 11 de fevereiro no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna

Leave a reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.