Arrow: Pai de Felicity é um supervilão dos quadrinhos

 

A produtora Wendy Mericle, da série “Arrow”, pode ter entregado quem é o misterioso pai de Felicity (Emily Bett Rickards). Falando com o site da revista Entertainment Weekly, ela revelou que o vilão Calculador, que vai aparecer em breve, “possui uma conexão com Felicity”.

O Calculador foi criado pelo roteirista Bob Rozakis e o artista Mike Grell em 1976, durante o modismo das calculadoras de bolso. Desde então, ele se provou um mestre intelectual do crime, capaz de substituir Lex Luthor como líder da Sociedade Secreta de Supervilões.

Na série, o Calculador será vivido por Tom Amandes (série “Everwood”) e usará suas habilidades avançadas em ciência da computação e manipulação da internet para chantagear Roy Harper (Colton Haynes), o que, por sinal, leva o personagem a retornar à narrativa.

A habilidade do vilão encontra afinidade na especialização de Felicity no uso da informática. Para completar, os showrunners declaram anteriormente que a identidade do pai da personagem seria revelada neste ciclo.

Amandes será visto em pelo menos dois episódios deste ano. A primeira aparição acontecerá no 12º capítulo da 4ª temporada, intitulado “Unchained”, que vai ao ar em 3 de fevereiro. Mas é o título do segundo que mais chama atenção: “Sins of the Father”, ou seja, “pecados do pai”. Não tem como ser mais claro.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna