Macaulay Culkin revela trauma causado por Esqueceram de Mim em curta de humor negro

Macaulay Culkin revela trauma causado por Esqueceram de Mim em curta de humor negro

 

A comédia “Esqueceram de Mim” (1990) transformou o ator-mirim Macaulay Culkin num astro, mas também deixou traumas profundos, que se manifestam especialmente no período natalino, como revela um curta de humor negro disponibilizado no YouTube – infelizmente, sem legendas.

No vídeo, Culkin volta a viver o pequeno Kevin, agora adulto, reaparecendo como um motorista de táxi substituto, repleto de complexos, que ainda não superou o fato de ter sido esquecido pelos pais durante o Natal de 1990. “Sozinho. Sozinho em casa por uma semana. Eu defendi minha casa de dois invasores psicopatas. E era apenas uma criança”, ele relata a um passageiro. A lamentação é interrompida por um assaltante, que tem uma surpresa ao se deparar com o jovem, preparado para enfrentar bandidos desde criança. Na verdade, Kevin virou um psicopata, que comemora o Natal acendendo luzes coloridas em “invasores de lares”, antes de sangrá-los.

O sucesso de “Esqueceram de Mim” rendeu uma continuação em 1991, também com Culkin, que se manteve em alta até 1994, quando, aos 14 anos de idade, ganhou uma fortuna para estrear a versão de cinema do personagem de quadrinhos Riquinho. A partir daí, envolveu-se numa briga com os pais sobre o destino de seu dinheiro e se recusou a estrelar novos filmes até se tornar maior de idade. O retorno aconteceu em “Party Monster” (2003), filme sobre sexo, drogas e música eletrônica que contrastava frontalmente com seus trabalhos anteriores. Ele fez também a divertida comédia teen “Galera do Mal” (2004), mas sua carreira não teve sequência, voltando a desaparecer após “Sex and Breakfast” (2007). Nos últimos anos, Macaulay tentou emplacar uma carreira de artista plástico, mas acabou voltando à mídia apenas por conta de revistas sensacionalistas que o descrevem como viciado.

O curta marca o começo de uma websérie do ator Jack Dishel, intérprete do passageiro. Por sinal, ele também vai contracenar com Culkin no filme “Adam Green’s Aladdin”, que marcará a volta do ator ao cinema após nove anos.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna