Cegonhas: Teaser legendado de nova animação revela de onde vem os bebês

Cegonhas: Teaser legendado de nova animação revela de onde vem os bebês

 

Toda criança um dia teve curiosidade em saber de onde vem os bebês. A explicação finalmente será conhecida, graças à nova animação da Warner Bros: “Cegonhas: A História que Não Te Contam”. Pelo menos, é o que o primeiro teaser divulgado promete.

A divertida prévia faz um levamento arqueológico da tradição de entrega de bebês, levada adiante pelas cegonhas desde a Antiguidade, para mostrar como a tecnologia tornou esse trabalho muito mais prático. O segredo de onde vem os bebês acaba sendo escancarado: logicamente, eles vêm de uma fábrica. E não só isso, de uma fábrica automatizada, com alavancas, esteiras rolantes e tudo o mais que deu graça ao clássico “Os Tempos Modernos” (1938), de Charlie Chaplin.

Por ironia, esta singela premissa veio da mente de um adulto especialista em piadas sexuais, Nicholas Stoller, roteirista de “Sex Tape: Perdido na Nuvem” e diretor de “Vizinhos” (ambos de 2014), que acumula as duas funções no novo trabalho. Claro, Stoller também escreveu os recentes filmes dos “Muppets”, provando sua versatilidade. Em sua primeira animação, ele divide a direção com Doug Sweetland, animador experiente da Pixar – trabalhou em “Toy Story” (1999), “Procurando Nemo” (2003) e “Os Incríveis” (2004).

A produção, por sua vez, está a cargo de uma dupla especialista em bom-humor animado, Phil Lord e Christopher Miller, os diretores de “Tá Chovendo Hambúrguer” (2009) e “Uma Aventura Lego” (2014).

Por enquanto, apenas as dublagens de Andy Samberg (série “Brooklyn Nine-Nine”) e Kelsey Grammer (“Transformers: A Era da Extinção”) foram confirmadas. Mas a estreia não vai demorar. Está marcada para 22 de setembro no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.

storks_xlg

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna