Boato: Mãe de Charlie Sheen em Two and a Half Men estaria namorando atriz de American Horror Story

Boato: Mãe de Charlie Sheen em Two and a Half Men estaria namorando atriz de American Horror Story

 

Um boato curioso tomou conta da mídia americana nos últimos dias, após a veterana atriz Holland Taylor assumir que está em seu primeiro relacionamento sério com uma mulher. “É a coisa mais maravilhosa e extraordinária que poderia ter acontecido comigo”, ela disse, em entrevista à rádio norte-americana WNYC. “Mas não saí do armário porque já estou fora. Eu vivo fora dele”, completou.

A atriz de 72 anos, que interpretava a mãe de Charlie Sheen na série “Two and a Half Men”, não revelou o nome da namorada, mas disse que ela é mais jovem e que as duas já cogitam, até, se casarem. E isto deu início a uma espécie de “corrida ao tesouro” para descobrir de quem ela está falando.

O site da revista People chegou logo à conclusão de que a namorada de Holland seria ninguém menos que a atriz Sarah Paulson, da série “American Horror Story”. As suspeitas foram levantadas por conta de várias aparições que as duas fizeram juntas nos últimos meses, com direito a mãos dadas. Além disso, Sarah namorou outra mulher entre 2004 e 2009 e considera sua sexualidade bem resolvida, apesar de sempre ser muito reservada com a sua vida pessoal.

Para completar, mesmo não revelando o nome da amada, Holland admitiu que há uma grande diferença de idade entre as duas. “Há uma grande diferença de idade entre nós, o que com certeza choca muitas pessoas e me assusta. Mas não é algo novo para mim. Eu nunca vivi por um longo período com ninguém, realmente unindo minha vida à de outra pessoa. Agora estou fazendo isso e a diferença de idade é interessante. É um aprendizado e me sinto sortuda de ter a oportunidade de ter isso. Tem sido incrível”, contou.

Sarah Paulson é 32 anos mais jovem que Holland. Mas, por enquanto, nenhuma das envolvidas confirma o caso.

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.