Trailer de Zoolander 2 registra recorde de visualizações

Trailer de Zoolander 2 registra recorde de visualizações

 

O trailer de “Zoolander 2” surpreendeu as expectativas e obteve o maior número de visualizações já registrado por uma prévia de filme de comédia em sua primeira semana de exibição. Segundo o site Deadline, foram nada menos que 52,2 milhões de visitas ao endereço oficial do vídeo, superando o antigo recordista, o trailer de “Debi & Lóide 2”, que em 2014 alcançou 49 milhões na primeira semana.

A curiosidade pode ter sido despertada por uma campanha online pelo boicote ao filme, disparada justamente pelo trailer, que mostra Benedict Cumberbatch como transexual de forma caricata.

A continuação traz de volta os modelos masculinos Derek Zoolander (Ben Stiller) e Hansell (Owen Wilson, de “Meia Noite em Paris”), que precisam lidar com o fato de terem saído de moda desde a década passada. Só que eles não pretendem descer das passarelas sem uma boa briga, providenciada pela CIA, que volta a procurá-los, após o filme original, para alistá-los numa nova missão, visando a captura de um assassino de pessoas bonitas. A parceria tem um motivo: antes de morrer, os bonitões registram selfies com o look mais famoso de Zoolander, o biquinho Blue Steel. Entre as vítimas está o cantor Justin Bieber, mas a maior novidade do elenco é a participação de Penélope Cruz (“O Conselheiro do Crime”) como espiã de roupa colante.

Curiosamente, a Paramount Pictures tinha dúvidas sobre o investimento na produção, protelando o projeto por vários anos. Afinal, o filme original, lançado em 2001, não foi um estouro de bilheterias, tornando-se cultuado apenas ao sair em DVD.

Com direção de Stiller e roteiro de Justin Theroux, que trabalharam juntos no hilário “Trovão Tropical” (2008), “Zoolander 2” estreia em 11 de fevereiro no Brasil, um dia antes do lançamento nos EUA.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna