Série The Bastard Executioner é cancelada

Série The Bastard Executioner é cancelada

 

O canal pago americano FX cancelou a série medieval “The Bastard Executioner”, nova produção de Kurt Sutter (criador de “Sons of Anarchy”) ao final de sua 1ª temporada. A justificativa foi a baixa audiência da série, que seguiu em queda durante todo o primeiro ano da produção.

“Estou orgulhoso do trabalho que fizemos e desejaria que continuasse, mas acredito que esta é a forma mais graciosa de dizer adeus. Não existe animosidade. Não acredito que a emissora não tenha nos dado uma chance ou algo assim. Todos fizeram tudo que puderam para apoiar e fazer com que funcionasse, mas, em última instância, existiram variáveis que estavam fora do controle”, declarou Sutter ao site The Hollywood Reporter, em uma entrevista sobre o cancelamento da série. “Amo a série, amo a mitologia, porém, no fim das contas, estava quase me matando. Eu não gosto de escrever no vácuo, não quero escrever algo que ninguém está assistindo”, completou.

A série destacava o estreante Lee Jones como um guerreiro transformado em carrasco, para levar adiante uma vingança contra os responsáveis pela morte de sua mulher. Gravada no País de Gales, a produção traçava um painel das rebeliões que sacudiram o Reino Unido durante o reinado de Eduardo I. O elenco de apoio ainda contava com Stephen Moyer (série “True Blood”), Katey Sagal (série “Sons of Anarchy”), Flora Spencer-Longhurst (série “Leonardo”), Sam Spruell (série “The Last Ship”), Darren Evans (série “Galavant”), Danny Sapani (série “Penny Dreadful”), Timothy V. Murphy (“Appaloosa – Uma Cidade Sem Lei”) e o próprio Sutter, além de Matthew Rhys (série “The Americans”) em participações especiais.

O último episódio foi ao ar na segunda, dia 17 de novembro, nos EUA.

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.