Petição online pede boicote a Zoolander 2

Petição online pede boicote a Zoolander 2

 

Uma petição online pretende convencer o público a boicotar a comédia “Zoolander 2”, novo filme estrelado e dirigido por Ben Stiller, por praticar a transfobia. A iniciativa é uma reação ao personagem do ator Benedict Cumberbatch (“O Jogo da Imitação”), que na trama vive o modelo andrógino All. Segundo a idealizadora da campanha, Sarah Rose, a caracterização do personagem é ofensiva a pessoas transgênero.

“O personagem de Cumberbatch é claramente representado como uma chacota exagerada e cartunesca de pessoas andróginas/trans/não-binárias”, afirma o texto da petição. “Este é o equivalente moderno a usar ‘blackface’ para representar uma minoria”, completa a acusação, que já conta com mais de 6 mil assinaturas de apoio.

Embora a petição pareça algo saído do roteiro do próprio filme, aparentemente nem o roteirista Justin Theroux nem o diretor e astro Ben Stiller estão por trás dessa iniciativa politicamente hilária, que questiona um detalhe inadequado de um filme sobre modelos masculinos estúpidos transformados em espiões da CIA.

O filme é continuação da cultuada comédia “Zoolander” (2001), que aborda a superficialidade da indústria da moda e a obsessão pela beleza, e conta em seu elenco com os retornos de Ben Stiller, Owen Wilson e Will Ferrel, além de ganhar o reforço de Penélope Cruz (“O Conselheiro do Crime”) e Cumberbatch. Com direção do próprio Stiller, “Zoolander 2” estreia no Brasil em 11 de fevereiro.

O trailer do filme, em que aparece o modelo andrógino All, pode ser visto neste link.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna