Jennifer Lawrence desiste de estrelar a adaptação de O Projeto Rosie

 

A atriz Jennifer Lawrence (“Jogos Vorazes”) desistiu de estrelar a adaptação do best-seller “O Projeto Rosie” (The Rosie Project), escrito por Graeme Simsion. Segundo o site The Hollywood Reporter, a produção da Sony Pictures também perdeu seu diretor, Richard Linklater (“Boyhood”).

A adaptação era uma prioridade da Sony e dependia da agenda da atriz. Era o que se chama de filme de estrela. Mas Lawrence preferiu tirar uma folga e encaixar outro projeto mais adiante.

Antes de Linklater ser convidado a dirigir o projeto, ele chegou a estar na mira dos cineastas Phil Lord e Christopher Miller, responsáveis por “Anjos da Lei” (2012) e “Uma Aventura Lego” (2014), mas os dois optarem por filmar o spin-off de “Star Wars” sobre a juventude de Han Solo.

Com as desistências, “The Rosie Project” pode nem sair do papel.

Roteirizada pela dupla Scott Neustadter e Michael H. Weber, roteiristas de “A Culpa É das Estrelas” (2014) e “Cidades de Papel” (2015), a adaptação acompanharia um tímido professor de genética que desenvolve uma pesquisa chamada Projeto Esposa para encontrar a mulher ideal. Só que ele acaba conhecendo Rosie, uma garçonete que é o oposto do que procura e mesmo assim acaba se apaixonando. Lawrence viveria Rosie.

Richard Linklater está atualmente trabalhando na pós-produção de seu próximo filme, a comédia “Everybody Wants Some”, com lançamento em abril nos EUA, e na série baseada em seu filme “Escola do Rock”, que ainda não possui previsão de estreia. Já Jennifer Lawrence será vista em vários filmes nos próximos meses, destacando “Jogos Vorazes: A Esperança – O Final”, com lançamento em 18 de novembro, “Joy: O Nome do Sucesso”, em 18 de fevereiro, e “X-Men: Apocalipse”, em 19 de maio no Brasil. Ela está atualmente filmando a sci-fi “Passengers”, que estreia em 21 de dezembro nos EUA.

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna