Diretores dos filmes Carrossel, Meu Passado Me Condena e Tatuagem desenvolvem séries de TV

Diretores dos filmes Carrossel, Meu Passado Me Condena e Tatuagem desenvolvem séries de TV

 

A produção de séries ganhou grande impulso no Brasil com a chamada Lei da TV Paga, que estabeleceu cotas para a produção nacional na programação da TV por assinatura. De forma curiosa, cineastas de sucesso estão a frente de alguns dos novos projetos atualmente em desenvolvimento.

A mais adiantada é a série infantil “Z4”, que já gravou o piloto, com participação do cantor Paulo Miklos (“Carrossel – O Filme”) e quatro atores da novela “Chiquititas”, do SBT – Matheus Chequer, Matheus Lustosa, Gabriel Santana e Filipe Bragança. A direção ficou a cargo de Alexandre Boury (também de “Carrossel: O Filme”) e os produtores negociam com diversos canais.

Já definida para o canal Universal, “Beco” foi criada pelos atores Paulo Verlings (novela “Babilônia”) e Pablo Sanábio (novela “O Rebu”). A série conta as desventuras de um homem em sérias dificuldades financeiras. A produção é dirigida por Julia Rezende (franquia “Meu Passado Me Condena”) e deverá começar a ser gravada no primeiro semestre do ano que vem.

Para completar, Hilton Lacerda, diretor de “Tatuagem” (2013), repetirá a parceria com o ator Jesuíta Barbosa em “Conto que Vejo”, série desenvolvida para o Canal Brasil. A atração, de cinco episódios, será uma antologia baseada em contos de escritores do Nordeste.

Comente

Wilson Vianna é jornalista, fã de séries e filmes, mas se diverte mesmo com celebridades que se levam à sério.