Canário Negro pode aparecer no filme da Liga da Justiça

Canário Negro pode aparecer no filme da Liga da Justiça

 

A super-heroína Canário Negro pode se tornar uma das personagens do filme da Liga da Justiça. Segundo o site Latino Review, a Warner Bros. já estaria cotando duas atrizes para o papel: Abbey Lee (“Mad Max: Estrada da Fúria”) e Alona Tal (série “Supernatural”).

Embora o Latino Review tenha uma reputação duvidosa na internerd, aumentar o número de mulheres no elenco faz sentido. Apenas a Mulher Maravilha, vivida por Gal Gadot, está confirmada na produção. Mas o site extrapola, ao cogitar ainda um spin-off centrado no grupo Aves de Rapina, formado por Canário Negro, Oráculo, Caçadora e outras heroínas da DC Comics.

Canário Negro foi criada por Robert Kanigher e Carmine Infantino em 1947 como uma vigilante de visual sexy, que combatia o crime e atendia pelo nome de Dinah Drake. Ela foi uma das integrantes da Sociedade de Justiça da América, o primeiro grupo de heróis dos quadrinhos, e teve uma filha, Dinah Laurel Lance, que mais tarde se inspirou na mãe e virou a Canário Negro que a nova geração conhece. Além de ser lutadora de artes marciais, ela tem um superpoder: a capacidade de gritar em frequências supersônicas.

A personagem, que integra a Liga da Justiça nos quadrinhos, também faz parte da série “Arrow”, onde é vivida pelas atrizes Caity Lotz e Katie Cassidy, que se alternaram no papel como as irmãs Sara e Laurel Lance – para se diferenciar, Sara vai virar a Canário Branco na vindoura série “Legends of Tomorrow”.

“Liga da Justiça” será lançado em duas partes no cinema. A “Parte 1” tem previsão de estreia para 2017, enquanto a “Parte 2” só deve estrear em 2019. Ambos os filmes terão direção de Zack Snyder (“O Homem de Aço”).

Comente

Marcel Plasse é jornalista, participou da geração histórica da revista de música Bizz, editou as primeiras graphic novels lançadas no Brasil, criou a revista Set de cinema, foi crítico na Folha, Estadão e Valor Econômico, escreveu na Playboy, assinou colunas na Superinteressante e DVD News, produziu discos indies e é criador e editor do site Pipoca Moderna